Abdominoplastia: Estética, autoestima e saúde

abdominoplastiaA Abdominoplastia é uma cirurgia plástica que visa remover a pele excedente na barriga, além da reparação dos músculos abdominais, quando enfraquecidos e/ou separados, melhorando a estética, a autoestima e o bem-estar do paciente.

A operação pode ser ou não associada à lipoaspiração (Lipoabdominoplastia), com o objetivo geral de reduzir o volume da região abdominal. A Abdominoplastia retira parte da pele flácida e reconstrói a musculatura, enquanto a lipoaspiração retira o excesso de gordura localizada. Em algumas situações, a gordura lipoaspirada pode ser usada como enxerto para aumento de outras áreas do corpo (lipoescultura).

A Abdominoplastia é um dos procedimentos de cirurgia plástica mais comuns no Brasil. Segundo dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery, o Brasil está em quarto lugar no ranking dos países que mais realizam cirurgias plásticas no mundo. Logo, é um procedimento muito procurado. No caso de mulheres magras, que têm apenas flacidez de pele, somente a abdominoplastia pode ser suficiente. Em outros casos, o cirurgião pode associar a retirada de pele a uma lipoaspiração para a retirada da gordura na parte lateral do abdômen e das costas, ou outros locais de lipodistrofia, para melhorar o contorno corporal. Para situações de flacidez leve, na região infra-umbilical, pode-se fazer apenas uma mini-abdominoplastia, com menor descolamento do retalho abdominal e cicatrizes menores. A técnica visa harmonizar o contorno abdominal.

A busca de pacientes por cirurgias plásticas de abdômen para livrar-se do excesso de tecidos (Dermolipectomia), devido à perda significativa de peso resultado de cirurgias bariátricas (cirurgias de diminuição do estômago em casos de obesidade extrema), teve um aumento considerável nos últimos anos.

Já no pós-gravidez não se trata somente de uma questão de estética, pois pode ocorrer a Diástase abdominal, ou seja, afastamento dos músculos do abdômen, ocasionando incontinência urinária, dores na lombar, nas pernas e na região pélvica, além de problemas de postura. Em estudo publicado no periódico Plastic and Reconstructive Surgery (2018), cirurgiões plásticos australianos e ingleses afirmam que a Abdominoplastia levou a uma melhora significativa nos sintomas funcionais da dor lombar e de incontinência urinária em mulheres no pós-parto.

A Abdominoplastia pode ser realizada com anestesia geral ou peridural com sedação. A cirurgia é realizada através de uma incisão logo acima dos pêlos pubianos. É então feito um descolamento em toda a parede anterior/lateral do abdômen. Após feitas as alterações, é fechada a incisão e recolocado o “umbigo” em sua posição normal. Em geral, a hospitalização para esse tipo de procedimento cirúrgico é somente 1 dia.

Nas primeiras 48 horas, é comum surgir dor e equimoses na região, que vão diminuindo com o passar das semanas. A recuperação inicial da cirurgia demora em média dois meses e é natural o paciente sentir desconforto neste período. A recuperação total demora cerca de 1 ano.

O pós-operatório requer alguns cuidados principalmente com a postura, sendo fundamental não fazer esforço durante esse período. Drenos são deixados para evitar acumular líquidos no abdômen, além de ser necessário usar uma faixa abdominal. As atividades físicas e exposição ao sol devem ocorrer somente três meses após a cirurgia.

Veja como é feito o procedimento da Abdominoplastia no vídeo abaixo! Para outras informações, entre em contato conosco através do telefone: (31) 2510-6611 ou pelo Whatsapp: (31) 9 9923-6611

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br