História da lipoaspiração por Xênia Portella

História da lipoaspiração

História da lipoaspiração por Xênia Portella

Quando se fala de gordura localizada a cirurgia é a Lipoaspiração.

Lipoaspiração não melhora a flacidez de pele, não melhora celulite, não emagrece.

Lipoaspiração é a cirurgia plástica que retira células gordurosas de uma determinada região, através de uma cânula conectada a um aparelho que aspira por pressão negativa.

Inicialmente, esta técnica idealizada por um cirurgião plástico francês, Yves Gerard Illouz, falecido em 2015, foi realizada a seco. Com a experiência na técnica, as cânulas diminuíram seu lúmen e ficaram mais finas, fazendo túneis mais delicados. Também se idealizou uma solução de soro fisiológico e adrenalina para diminuir o sangramento e a expoliação do paciente. A partir daí, a lipo úmida substituiu a lipo seca. Porém, atenção. O termo hidrolipo tem sido usado com um sentido diferente do que significa literalmente, e todo cuidado é pouco, pois é usado por profissionais não especialistas.

Após uma certa incredulidade no meio científico, a lipoaspiração se consagrou na cirurgia plástica. A técnica parecia simples e eficiente e caiu no gosto popular. Exageros e erros de indicação fizeram algumas vítimas e a técnica ficou temida e se difundiu a crença de que era muito perigoso. Após estudos profundos a SBCP (Sociedade brasileira de cirurgia plástica), através de uma comissão específica, determinou normas de segurança, que levavam em consideração volume aspirado, quantidade de áreas, volume e tipo de solução a ser usada, assim como exames necessários e ambiente para sua realização. Desde então, é uma cirurgia bastante segura, se realizada em ambiente hospitalar, por profissional especialista, com experiência suficiente e que respeita os parâmetros de segurança. O que não quer dizer que o procedimento não é passível de complicações e que pode ser banalizado.

Sua saúde e seu resultado estético dependem de qual será o profissional que irá proceder ao seu procedimento. Toda atenção é pouca!!!! Seu médico deve ser especialista pela SBCP, deve ter ética e capacidade técnica para tal, além de uma experiência comprovada na cirurgia.

Se informe sobre a viabilidade de se obter solução para suas demandas com esta técnica. Se informe sobre seu médico pelo www.cirurgiaplastica.org.br e converse bastante antes da cirurgia. Sinta-se segura ao optar por ela.

Agende uma consulta pelo 2510-6611 e conversaremos mais.

Xênia Portella
Cirurgiã Plástica

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br