Mama

A mamoplastia é uma cirurgia plástica que pode ser estética ou reparadora, isto é, pode ser feita para aumentar, reduzir, levantar, ou reconstruir os seios. Existem basicamente três tipos de mamoplastia: a de aumento, a de redução e a mastopexia (elevação da mama), além da reconstrução de mamas, em caso de agenesia, destruição por traumatismos ou câncer. Leia mais.

A mamoplastia é um procedimento cirúrgico é realizado através de várias técnicas distintas, aplicadas aos diferentes casos e necessidades. Tem a finalidade de reduzir o volume mamário, remodelar e melhorar a forma das mamas. Saiba mais

Mamoplastia de aumento é o nome técnico para a inclusão de prótese mamária. As próteses podem ter conteúdo de gel de silicone, polímero ou solução salina. Seu envoltório pode ser de silicone liso, texturizado, ou de poliuretano. São também utilizadas para determinados casos de reconstrução mamária. As vias de acesso são periareolar, inframamária ou axilar. O local de colocação da prótese pode ser submamária (subglandular), subfascial ou submuscular. A indicação de cada uma varia de caso para caso. Saiba mais

Este é um procedimento cirúrgico que visa levantar e remodelar mamas caídas devido ao excesso de pele e cujo volume, em geral, é do agrado da paciente. Pode ser associada à inclusão de uma prótese mamária para melhoria do resultado estético, tornando, em alguns casos, mais duradouro o formato obtido no pós operatório imediato.

Ginecomastia e pseudoginecomastia são termos usados para definir o aumento da mama masculina. A primeira, causada pelo aumento glandular e a segunda, predominantemente, por acúmulo de gordura. A correção é feita através de pequenas incisões, algumas vezes somente para aspiração da gordura e outras com necessidade de retirada de glândula mamária. A recuperação costuma ser rápida e a satisfação com o resultado, freqüente.