Mamoplastia de aumento: Prótese de silicone

Mamoplastia de aumento
Mamoplastia de aumento: Prótese de silicone

Ter o decote avantajado, corrigir assimetrias ou reconstruir as mamas, são alguns dos motivos pelos quais as mulheres procuram a cirurgia de colocação de implantes mamários.

Mamoplastia de aumento: Prótese de silicone

Mamoplastia de aumento é um procedimento cirúrgico que tem como objetivo aumentar o volume e proporcionar maior firmeza e harmonia às mamas, através da inclusão de prótese de silicone.O Implante ou prótese mamária é usada para alterar o tamanho, a forma, a consistência e o contorno dos seios.
Na cirurgia plástica reconstrutiva, os implantes podem ser colocados para restaurar a aparência natural da mama,seja em pacientes submetidas à mastectomia, ou para corrigir defeitos congênitos e deformidades.

Tipos/Perfis de prótese de silicone

Os formatos a serem implantados serão determinados de acordo com o biótipo de cada paciente. O perfil ou tipo de prótese de silicone é o que dará forma aos seios. São divididos em:

Perfil baixo: tem uma base mais larga e menor projeção, por isso deixa os seios com pouca projeção.

Perfil moderado: tem um pouco mais de projeção que a perfil baixo, promovendo um preenchimento moderado do colo mamário.

– Perfil alto: uma das mais solicitadas na prática clínica, pois tem o diâmetro menor e projeção maior, concedendo destaque ao colo.

Perfil superalto: tem a menor base e a maior projeção. Adequada a quem quer colocar uma prótese de grande volume, mas tem um tórax pequeno.

Perfil anatômico: tem formato de gota e oferece um aumento da forma e um contorno mais proporcional, quando a paciente não apresenta tecido capaz de cobrir a prótese, como no caso das agenesias mamárias ou das mastectomias.

Os mais indicados para fins estéticos são as de perfis alto e superalto. Os perfis baixo e moderado têm pouca procura e são raramente usados,sendo de bom uso nos casos em que se busca maior consistência nas mamas, sem necessidade de projeção. Já o anatômico, tem seu uso mais direcionado às cirurgias de reconstrução.

Técnicas de implantação da prótese de silicone

Nesse tipo de cirurgia plástica, há diferentes técnicas de implantação, são elas:

– Submuscular: a prótese é colocada abaixo dos músculos peitorais e contra a parede do tórax.

– Subglandular: a prótese é colocada abaixo das glândulas mamárias e por cima do músculo.

– Subfascial: a prótese é posicionada acima dos músculos mamários, mas sob a fáscia, que é uma camada que envolve os músculos. De certa forma, combina as duas técnicas anteriores.

Cada uma destas técnicas tem suas indicações precisas, suas vantagens e desvantagens, e a escolha vai variar de acordo com o caso em particular. Não existe uma que é absolutamente superior a outra, pois se existisse, eliminaria as demais. Tente entender o que te beneficiará mais.

A escolha da prótese adequada é fundamental para a segurança do procedimento. É imprescindível discutir claramente com o seu cirurgião, para não criar falsas expectativas em relação aos resultados esperados. Somente devem ser utilizadas próteses de silicone aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, que realiza testes rigorosos de qualidade e segurança. Além disso, é importante também ficar atento ao prazo de validade e ao registro do produto.

Na hora da avaliação para escolher o volume adequado da prótese de silicone, o médico cirurgião leva em consideração a estrutura corporal, biótipo, altura, distância entre tronco e quadril, proporção do tórax, estrutura óssea e formação original da mama.

Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a Dra. Xênia Portella pode avaliar a melhor opção para o seu caso. Agende através do telefone: (31) 2510-6611 ou pelo Whatsapp: (31) 9 9923-6611 para uma consulta presencial.

Leia também:

Mamoplastia: tudo o que você precisa saber!

Próteses mamárias: qual o tamanho ideal?

Prótese de silicone: qual é a melhor para você?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br