Passo a passo para a colocação de próteses mamárias

Passo a passo para a colocação de próteses mamárias

Passo a passo para a colocação de próteses mamárias

Você está pensando em dar um up nas mamas?
Já se decidiu pela prótese mamária? Ou ainda tem dúvidas?
Fiz um passo a passo para tentar esclarecer o máximo possível antes de tomar a decisão. Se este é o seu caso, leia o texto, vai valer a pena! Está bem esquemático, vem de encontro com literatura médica e vai esclarecer boa parte de suas dúvidas. A internet tem tudo, mas nem sempre a fonte é confiável… Se faltar algo, ou se está mesmo decidida, agende uma consulta.

Quando a prótese está indicada:

• Para aumentar o volume das mamas
• Para aumentar a consistência das mamas
• Para melhorar o contorno e o formato das mamas

ATENÇÃO!! A prótese não diminui a reincidência de ptose, ou seja, não impede que a mama caia novamente.

Qual a melhor marca de próteses mamárias?

Temos várias marcas no mercado, cada uma com características próprias. Todas têm certificado de liberação da ANVISA. Discuta com seu médico qual sua preferência pessoal e qual a marca ele está mais familiarizado a trabalhar. Isso vai variar demais!

Qual a melhor tecnologia de próteses mamárias?

Sempre surge uma enorme dúvida se a melhor prótese é a lisa, a texturizada, a de poliuretano. Todas ainda existem no mercado exatamente porque apresentam vantagens e desvantagens. Seu caso deve ser avaliado individualizadamente e decidido em conjunto, você e seu médico, o que é melhor para você.

Prótese lisa tem a menor incidência de BIA-ALCL (falarei disso daqui a pouco), mas tende a uma maior incidência de contratura capsular e a uma menor estabilidade da prótese, quando colocada no plano subglandular. A prótese texturizada é mais estável, mesmo no plano subglandular, e uma menor incidência de contratura capsular, mas uma maior incidência de BIA-ALCL.

Próteses de macrotextura, da tecnologia Biocell, foram retiradas do mercado mundial, pelo alto risco de BIA-ALCL. Não se recomenda a retirada de quem tem este implante, mas propedêutica adequada em casos suspeitos e substituição se necessário.

Próteses de poliuretano são as mais estáveis, pois aderem no tecido. Por outro lado, dificultam a troca e é bastante difícil retirar toda o tecido com poliuretano. Não é recomendado o uso submuscular, exatamente por esta característica. Tem uma incidência também alta de BIA-ALCL, porém menor que a macrotextura.

Qual o perfil ideal:

Temos perfil alto, super alto e moderado. O perfil é definido de acordo com a proporção base, altura. Ou seja, uma prótese de um determinado volume pode ter efeito bastante diferente de acordo com a projeção e a largura da mesma.

Não existe uma que seja melhor do que a outra, ou que fique bom para todas as pessoas. A escolha do perfil se dá de acordo com o que se deseja, e de acordo com o volume escolhido, casado com a largura do tórax e o biótipo da paciente. Além disso, temos uma variação enorme do que é um perfil de acordo com a marca. Um mesmo volume no perfil alto, por exemplo, vai ser diferente em formato e projeção, de acordo com a marca de prótese escolhida.

Existe um programa que pode ser feita uma simulação com sua foto e a prótese que escolheu. Chega-se próximo ao que será obtido. Mas o programa é manipulável e não é absolutamente fidedigno, muito menos garantia de resultado. Mas o principal problema é realmente o alto custo. Que de uma forma ou de outra, estará embutido no preço final de sua cirurgia.

Bem complexo!!!

Explicar ao seu médico e decidir de forma conjunta, mas com bastante confiança no discernimento dele, ainda é o melhor caminho. Com um bom papo minimiza-se o risco de erro na escolha do implante.

Cirurgia segura:

• Médico bem formado
• Exames pré operatórios normais
• Boa condição de saúde física e mental
• Local adequado

Pós-operatório:

Cirurgia é um procedimento invasivo e passível de complicações de todos os tipos. Mas de uma maneira geral, a cirurgia de implante mamário é de baixa complexidade e tem uma recuperação rápida e fácil no pós operatório.
Siga as recomendações do seu médico!

Quais os riscos da próteses mamárias:

A prótese é um corpo estranho que vai interagir com seu organismo.
Sabe-se que a mesma não tem nenhuma relação com câncer de mama, inclusive é usada para reconstrução mamária.
Porém, recentemente, foi constatada uma associação de prótese com um tipo raro e incomum de linfoma, o ALCL (linfoma de células anaplásicas gigantes), entidade que passou a ser denominada BIA-ALCL.
Outras possíveis associações com patologias estão em estudo.
O maior problema que enfrentamos é mesmo a contratura capsular. Um “excesso de reação ao corpo estranho”, que faz a reintervenção necessária, se não responder ao tratamento clínico adequado.
A ruptura é sempre um risco, mas não traz maiores problemas ao paciente, sendo suficiente a substituição da prótese.
Não atrapalha a amamentação. Mas cuidado redobrado com episódios de infecção, como a mastite. A prótese se infectada, sofre contratura e outras alterações.

Garantia vitalícia:

Não quer dizer que a prótese não precisa ser trocada. Todo objeto tem uma durabilidade e com o tempo sofre desgaste e é impossível prever o momento necessário da substituição da mesma.
10 anos é a garantia padrão para ruptura e contratura. Algumas marcas oferecem garantia vitalícia, ou seja, em qualquer momento será oferecida nova prótese se a mesma romper ou contraturar. Lembrar que para a garantia existir, a fábrica tem que existir. E ao longo dos anos vimos muitas marcas entrar e sair do mercado.

Quando trocar:

Não existe um momento pré estabelecido. Mesmo que tenha terminado a garantia, próteses em boas condições podem ser mantidas. A qualquer sinal de alterações, faz-se a propedêutica adequada e indica-se o tratamento adequado.

Pronto!!! Está segura???
Siga em frente.
É lindo o resultado e sua auto-estima vai agradecer para sempre!

Xênia Portella
Médica Cirurgiã Plástica
Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

 

Leia também:
Mamoplastia pós-cirurgia bariátrica
Estrias no pós-operatório de próteses mamárias
Mamoplastia de aumento: Prótese de silicone
Mamoplastia: tudo o que você precisa saber!
Próteses mamárias: qual o tamanho ideal?
Prótese de silicone: qual é a melhor para você?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br