Cirurgias pós-Bariátrica: Emagreci, e agora?

Cirurgias pós-Bariátrica: Emagreci, e agora?

Cirurgias pós-Bariátrica: Emagreci, e agora?

Após cirurgias bariátricas, ou qualquer perda substancial de peso, pode surgir um excesso de pele em algumas áreas do corpo, como abdome, braços, pernas, seios e nádegas.

A região abdominal pode se estender nas laterais e na zona inferior das costas, o que resulta em uma saliência semelhante a um avental. Os braços ficam flácidos e as mamas podem achatar e ficar com mamilos apontados para baixo. As nádegas, a virilha e as coxas podem apresentar flacidez, ocasionando bolsas suspensas de pele. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), o paciente, após ser submetido à bariátrica, precisa fazer, em média, duas cirurgias pós-bariátricas.

Algumas cirurgias reparadoras podem melhorar a qualidade de vida e autoestima do paciente. Na Dermolipectomia abdominal ocorre apenas remoção de excesso de pele. Para alguns (poucos) casos, que ainda ocorra acúmulo de gordura localizada, o indicado é a Lipoabdominoplastia . A Abdominoplastia, clássica ou em âncora, remove o excesso de pele da região, além de corrigir a diástase dos músculos retos abdominais, caso apresente. O ideal é que o peso do paciente esteja estabilizado e saúde boa, para realizar os procedimentos necessários, o que ocorre geralmente entre um e dois anos após a cirurgia bariátrica. Mas alguns casos podem necessitar da cirurgia plástica muito antes da estabilização, quando a sobra de pele e excesso gorduroso prejudicam a locomoção.

Cirurgias pós-Bariátrica: Abdominoplastia

Um dos procedimentos de cirurgia plásticas mais comuns no Brasil, a abdominoplastia faz a remoção de gordura localizada, do excesso da pele na região e das estrias que ficam abaixo do umbigo, além de recuperar a firmeza dos músculos da região abdominal. Abdominoplastia clássica, ou a abdominoplastia em âncora são as mais indicadas para pós-bariátrica. A diferença entre elas está no tipo de incisão.

A Abdominoplastia clássica é indicada para pacientes que apresentam excesso de pele tanto acima, quanto abaixo do umbigo. Durante o procedimento é possível retirar também alguma gordura abdominal remanescente (Lipoabdominoplastia).  A técnica consiste em uma incisão em formato de arco localizada logo acima dos pelos pubianos,e outra incisão ao redor da cicatriz umbilical. Veja abaixo o vídeo do procedimento:

Já a Abdominoplastia em âncora (nome derivado do formato da cicatriz) é a indicada para remover o excesso de pele com aspecto de “avental”, onde a flacidez é mais acentuada e existe muita pele flácida nas laterais do abdome. A diferença no resultado entre as duas é a cicatriz, assim como a correção da pele. No caso da abdominoplastia clássica, pode ser disfarçada por roupas, ainda que use trajes de banho. Em âncora, ocorre uma cicatriz maior e mais evidente, devido ao corte vertical. Mas a correção do excesso de pele é mais completa na “âncora”.

Outras cirurgias pós-bariátrica

A reconstrução do corpo do paciente pós-bariátrico compreende vários procedimentos. Os mais realizados são a Abdominoplastia e a Mamoplastia, seja feminina ou masculina. Outros procedimentos realizados são a Dermolipectomia de coxas, Braquioplastia, Ritidoplastia (cirurgia de rugas da face) e a Torsoplastia (costas).

Estes procedimentos podem ser associados, dependendo do caso, ou realizados em várias etapas. É comum a associação entre algumas cirurgias como: mama com abdome, abdome com dorso e mama com braços. Estas associações só vão poder acontecer se o paciente apresentar condições clínicas para tal e o cirurgião plástico estiver habituado com estas cirurgias, mas esses são assuntos para outros posts.

Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Dra. Xênia Portella pode avaliar as melhores opções para o seu caso. Agende um horário através do telefone: (31) 2510-6611 ou pelo Whatsapp: (31) 9 9923-6611 para uma consulta presencial ou pré-consulta online.

Leia também: 

Abdominoplastia pós-cirurgia bariátrica
Mamoplastia pós cirurgia bariátrica
Tratamento dos braços: cirúrgicos ou não-cirúrgicos
Tratamento das coxas: cirúrgicos e não cirúrgicos

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br