Mamoplastia pós-bariátrica

Mamoplastia pós-bariátrica: autoestima, saúde e bem-estar

As mamas apresentam uma função muitíssimo importante, a amamentação, já com todos os benefícios comprovados, sejam eles de vínculo materno-infantil, sejam benefícios nutritivos e imunológicos do leite em si. Além disso, é uma área ligada ao erotismo e fonte de inúmeros prazeres. A beleza feminina está intimamente relacionada às mamas. Enfim, temos inúmeros motivos para tratar delas com o máximo de deferência. Essa é a área corporal queridinha das mulheres! E dos homens também.

A cirurgia de Mamoplastia pós cirurgia bariátrica é o procedimento mais procurado na cirurgia plástica. Como já dissemos, a busca pode ser por redução, aumento, melhora do formato ou levantamento das mamas.

O que tem diferente na cirurgia das mamas da paciente que se submeteu Mamoplastia pós cirurgia bariátrica ?

É importante compreender o processo pelo qual passou a paciente que se submeteu a uma técnica cirúrgica que leva à perda de peso. As técnicas são disabsortivas e restritivas, a maioria delas, compostas por associação de ambas. E essa combinação vai impactar no estado nutricional do paciente, que mesmo se devidamente controlado no pós operatório, sempre vai apresentar algum grau de desnutrição. Os tecidos do corpo humano respondem pior aos processos de recuperação ao stress quando desnutridos.

A flacidez é maior nestas pacientes que tiveram uma diminuição brusca do IMC (índice de massa corporal) e tende a se comportar com algum grau de flacidez mesmo após uma cirurgia adequada. Os tecidos são degradados pelo longo e intenso estiramento causado pela obesidade e com menor quantidade de colágeno e fibras elásticas. A cicatrização tende a ser pior, exatamente pela desnutrição do emagrecimento, mas também pelo afinamento da derme pela distensão.

Muitas vezes a desestruturação do tecido mamário é importante, pois entremeados ao tecido mamário existe gordura, que ao diminuir, faz o tecido glandular, na maioria das vezes firme, desabar. Se a paciente já é mais idosa, já passou pela menopausa, ou já amamentou mais grave ainda essa desestruturação.
Um médico experiente neste tipo de correção, pode avaliar melhor como o organismo vai responder à cirurgia. Será apto a recomendar qual técnica utilizar e se serão necessários implantes, ou não. Opinará e esclarecerá sobre o local de inclusão dos implantes e quais a vantagens e desvantagens de cada escolha, a curto e longo prazo.

Por fim, este profissional deve te fornecer uma visão realista de resultados. Juntos e corresponsáveis, médico e paciente decidirão o que fazer para se obter o melhor resultado possível para aquele caso em particular.
O que se consegue numa paciente padrão, não necessariamente se consegue na pós bariátrica. E para evitar frustrações, um bom papo é o melhor remédio.
Estou às ordens para esclarecer suas dúvidas.
Seu caso é único, você é única.

Xênia Portella
Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP)

 

Leia também:

Mamoplastia pós-cirurgia bariátrica
Estrias no pós-operatório de próteses mamárias
Mamoplastia de aumento: Prótese de silicone
Mamoplastia: tudo o que você precisa saber!
Próteses mamárias: qual o tamanho ideal?
Prótese de silicone: qual é a melhor para você?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Xenia Portella - Doctoralia.com.br